quinta-feira, 27 de agosto de 2009

A linguagem Animal e a Linguagem Humana.

Para análise do tema, tomo como referência a linguagem das abelhas. Em 1959 foi publicado por Karl Von Frisch um estudo acerca do sistema de comunicação usados por esses animais. De acordo com a pesquisa, a abelha-obreira, ao encontrar uma fonte de alimento, ela comunica a informação às outras companheiras por meio de danças. A primeira tem aspecto circular, traçando círculos horizontais da direita para esquerda ou vice-versa. A segunda dança tem semelhança de um oito em que a abelha contrai o abdome, segue em linha reta, informando a localização do suposto alimento.
Segundo Émile Benveniste (1976), temos: " embora seja bem preciso o sistema de comunicação das abelhas-ou de qualquer outro animal cuja forma de comunicação já tenha sido analisada- ele não constitui uma linguagem, no sentido em que o termo é empregado quando se trata de linguagem humana". Na linguagem das abelhas há a percepção de signos que são compreensíveis para as outras abelhas da colméia. Assim, podemos observar que essa comunicação é entendida pelas outras abelhas de forma única para aquele grupo.
Em suma, então podemos dizer que a comunicação das abelhas não é uma linguagem, mas sim um código de sinais, no qual, esse sistema de transmissão da comunicação está inscrita dentro de uma comunidade e todos seus integrantes irá compreendê-lo da mesma forma.

Referências BIbliográficas:
Introdução à Linguística, volume 1
Org. José Luiz Fiorin

Nenhum comentário:

Postar um comentário